Connect with us

MUNDO CRISTÃO

Muçulmano é curado após oração de uma cristã: “Descobri que Jesus era Deus”

Published

on

Muçulmano é curado após oração de uma cristã: “Descobri que Jesus era Deus”

Khaleed Matmati cresceu como um imigrante muçulmano, porém o que o atraía mais do que as disciplinas rigorosas do Islã, era a música.

“Eu sempre acreditei que Deus era Deus”, diz ele. “Mas, quando eu estava no ensino médio, eu queria me divertir. Eu vi todo mundo se divertindo. O que é divertido em não fumar maconha? O que é divertido em não beber? O que é divertido em não festejar? Pensei: Mais tarde, quando me tornar pai e ter filhos, serei um bom muçulmano”, lembra.

A paixão de Khaleed pela música foi o que Deus usou para atraí-lo a Cristo.

Quando o líder de adoração Eddie James conheceu Khaleed, o Senhor falou com ele sobre levar Khaleed para a estrada com ele. Embora Khaleed não fosse cristão, Eddie James o contratou porque Deus havia lhe dito que Khaleed se converteria.

“Foi logo após o 11 de setembro e Eddie não estava tentando levar nenhum muçulmano para o seu ministério”, diz Khaleed agora rindo.

Khaleed não se importava com a religião, se estaria tocando músicas cristãs. O que ele gostou foi a chance de fazer música. “Eu pensei que essa era minha grande oportunidade”, diz ele. “Eu queria aprender o que podia com Eddie e ir fazer o meu próprio trabalho.”

Curado

Após estar integrado com o músico cristão Eddie, o primeiro sinal de Deus na vida de Khlaeed foi em sua primeira parada em Nashville, Tennessee.

Tudo começou com seu amigo David, que foi picado por um inseto, que mais tarde começou a inchar.

Eles estavam na casa de um cristão e a mãe da família disse que oraria por David.

“Esta senhora tem que estar louca”, pensou Khaleed na época. “Jesus curando uma mão? Essas são as coisas que eles fazem na TV. Quem acredita nessa porcaria?”.

Ela orou e, para surpresa de Khaleed, o inchaço diminuiu.

“Bem na minha frente, o inchaço desapareceu”, lembra Khaleed. “Você nem saberia que havia algo errado com a mão dele”.

Depois que viu isso, Khaleed se perguntou se ele próprio poderia ser curado. Ele estava sentindo dor devido a uma infecção na boca e nas gengivas.

“Você pode fazer pela minha boca o que eu vi você fazer pela mão dele?” ele perguntou.

“Quando ela começou a orar por mim, a dor se foi”, lembra ele. “Eu precisava de um minuto para entender o que aconteceu. Lembro-me de sentar na cadeira depois que ela orou por mim pensando: ‘Oh meu Deus, toda a minha vida vai mudar’.”

Ainda assim, Khaleed não estava pronto para abandonar o Islã. Então ele pensou que talvez os analgésicos que ele estava tomando finalmente tivessem fazendo efeito. Eles perguntaram se ele estava curado. Ele respondeu: “Deixe-me dizer-lhe de manhã” depois que os analgésicos se esgotarem.

Na manhã seguinte, ele acordou e começou a mastigar biscoitos de melaço de açúcar. Enquanto os saboreava, ele os balançou na boca tentando provocar a dor.

Percebi que Jesus era Deus

“Não havia absolutamente nenhuma dor”, diz ele. “Comecei a realmente começar a surtar. Comecei a me dar um soco no rosto, tentando fazer algum tipo de dor nos dentes e na boca. Eu percebi que Jesus era Deus.

“Eu nunca soube que Deus estaria envolvido em uma vida humana tão pessoalmente que ele os libertaria e os libertaria e se importaria o suficiente para curá-los”, diz ele.

Um mês depois, na estrada no Alabama, Deus falou com Khaleed: “Se você quer saber se isso é real, levante-se e veja por si mesmo”.

“Ok, Senhor, apenas me mostre o que você quiser me mostrar”, ele respondeu.

As pessoas oraram por ele.

“Meus joelhos ficaram como borracha”, diz ele.

Ele caiu sob o poder de Deus.

“Deus, Jesus, quem quer que você seja, eu realmente quero saber quem você é”, ele orou. “Eu quero ter tudo o que você tem.”

Então ele sentiu que Deus o levou ao céu – aparentemente em uma visão.

“A melhor maneira de descrever é que, se o amor tem uma cor, é tudo o que eu vi”, ele lembra. “Nunca experimentei um amor e paz como naquele momento. Acabei de ter um encontro com ele”.

O resto de sua família demora a responder a Jesus.

“Estou tão feliz por ter encontrado Cristo e por ter um Pai Celestial”, diz ele. “Para ser sincero, não sou bom o suficiente. Mas tenho um Pai Celestial que me ama mesmo em minhas fraquezas. Isso me faz bom o suficiente”, testemunha.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2019 Noticia Gospel

%d blogueiros gostam disto: